WhatSapp do Programa Variedades do Ruba

WhatSapp do Programa Variedades do Ruba

PREVISÃO DO TEMPO PARA JAGUARÃO E RIO BRANCO UY

TRANSMISSÃO DO PROGRAMA AO VIVO DAS 10:30 ÀS 13:30 DE SEGUNDA A SEXTA-FEIRA.

TRANSMISSÃO DO PROGRAMA AO VIVO DAS 10:30 ÀS 13:30 DE SEGUNDA A SEXTA-FEIRA.
CLIQUE NA IMAGEM COM O BOTÃO DIREITO DO MOUSE E ABRA EM OUTRA JANELA.

PROGRAMA VARIEDADES DO RUBA

PROGRAMA VARIEDADES DO RUBA
PROGRAMA VARIEDADES DO RUBA É UM PROGRAMA DE UTILIDADE PÚBLICA ONDE VOCÊ FICA SABENDO AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS DA FRONTEIRA BRASIL X URUGUAY

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK E DEIXE SUA MENSAGEM PRIVADA PARA O PROGRAMA

CASA LOTÉRICA DE JAGUARÃO FONE 3261-5959

CASA LOTÉRICA DE JAGUARÃO FONE 3261-5959

RESULTADOS DO TRILEGAL TCHÊ SÓ PARA O INTERIOR

PELOTAS; Três homens são presos e um menor apreendido após balearem adolescente

Três jovens foram presos e um menor de 15 anos apreendido por militares do Policiamento Comunitário após tentativa de homicídio contra um adolescente que saía do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) na tarde desta sexta-feira (12) em Pelotas. A vítima de 16 anos - baleada na perna - havia recebido o benefício da saída temporária para passar o Dia dos Pais em casa. Na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA), o grupo teria dito que seria um acerto de contas por tráfico de drogas.

Segundo a Brigada Militar (BM) o grupo praticou o crime e seguiu em direção ao Pestano. Eles foram perseguidos pelos policiais. Na avenida Leopoldo Brod, os suspeitos tentaram saltar do carro. Eles acabaram presos na rua 13 do bairro. Com os criminosos, a polícia encontrou três revólveres - um deles com a numeração raspada -, uma pistola, dois coletes à prova de balas, munições e dinheiro.

Embora não façam parte das organizações criminosas que disputam o domínio do tráfico de drogas na cidade, os suspeitos confessaram envolvimento na guerra do tráfico e afirmaram que andam armados para evitar que sejam atacados por rivais. "Antes os outros do que nós, né?!", disse um dos presos na DP. Eles ainda disseram que possuem armamento pesado, mas evitam sair com os equipamentos para que não tenham "prejuízo" caso sejam pegos pela polícia. O prejuízo em questão seria a apreensão do armamento - que custa caro ao bolso dos criminosos.

Para a coordenadora do Policiamento Comunitário, capitã Vanessa Wenitt, as prisões e apreensões representam desfalque na criminalidade. "Foi um ótimo trabalho. Agimos rápido. O resultado é esse", comentou.

Os três jovens, com idades entre 19 e 24 anos, foram encaminhados ao Presídio Regional de Pelotas (PRP) e o menor conduzido ao Case. Os adultos já tinham passagens pela polícia.

DIÁRIO POPULAR